segunda-feira, 10 de março de 2008

O fio da vida


Há um fio que nos une as vidas, nos prende as almas, nos embrulha os sonhos.
É um fio só nosso, cujos nós só tu e eu sabemos desatar e cada elo tem um eco próprio, uma história gravada de lágrimas ou de sorrisos, de fel e mel, como as de todos os seres humanos. E sei que se eu puxar o fio prateado, tu sentirás a minha presença aí, do teu lado, respirando o mesmo ar, atravessando os mesmos mares e percorrendo os mesmos desertos. Porque só faz sentido assim, esta teia de felicidade onde nos aconchegamos a cada novo dia, onde repousamos os passos cansados do quotidiano, com a certeza enorme de que este fio é forte e não quebra. Eu estarei sempre numa das pontas.
Acredita. Confia.

2 comentários:

Maria Campos disse...

Linda declaraçao! Para mim o amor è, e só pode, ser mesmo assim!

LINDO E PROFUNDO!

Bjca, m. c.

Madalena disse...

Um prazer encontrar fios de Amor!

Madalena O Fio da Vida