segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Hoje, um pouco mais


Hoje chorei mais os meus mortos. Hoje havia um pouco mais de frio, um negro mais pesado... E as minhas mãos estiveram hoje mais vazias... Hoje a memória fugia mais veloz, apertou-me o peito doendo mais, e as lágrimas rasgaram os silêncios mais fundos. E nos sorrisos que perdi e que hoje recordei, a vida custou mais...
Hoje a voz da saudade falou mais alto e doeu mais, muito mais.

4 comentários:

Lídia Borges disse...

Li não sei onde:
"Não chores se acabou. Sorri pelo que durou."

Se temos saudade é porque foi bom.

Mil beijos!

Anónimo disse...

Hoje faltam-me as palavras , mas quero partilhar contigo uma música que me emocionou muito ontem...

no youtube: la oreja de van gogh - jueves
Espero que te inspire...
Beijo
LC

De Profundis disse...

Mil beijos, Lídia :)

De Profundis disse...

LC, obrigada... Já fui espreitar e é lindíssima!É daquelas músicas que desarrumam os lugares do coração...

Beijo