sábado, 1 de janeiro de 2011

Dia mundial da Paz


Peço a paz
e o silêncio

A paz dos frutos
e a música
de suas sementes
abertas ao vento

Peço a paz
e os meus pulsos traçam na chuva
um rosto e um pão

Peço a paz
silenciosamente
a paz a madrugada em cada ovo aberto
aos passos leves da morte

A paz peço
a paz apenas
o repouso da luta no barro das mãos
uma língua sensível ao sabor do vinho
a paz clara
a paz quotidiana
dos actos que nos cobrem
de lama e sol

Peço a paz
e o silêncio

Casimiro de Brito, "Peço a paz" in Jardins de Guerra

4 comentários:

Maria Campos disse...

Teremos paz , linda !

Deus responde sempre em dobro a tudo aquilo que damos !

Muita paz !

Uma paz que se propague suavemente e sem ruído. Branca, serena, envolvente e limpa !

Bom ano !

Carmo disse...

Que exista sempre paz no coração do Homem.

Feliz 2011

Um abraço

De Profundis disse...

Um ano muito feliz para ti, Maria.

Beijinho

De Profundis disse...

Obrigada Carmo :)
Um ano muito feliz para si também.

Beijinho