terça-feira, 4 de janeiro de 2011

E se eu fugisse?


E se eu fugisse?

E se eu enchesse o meu peito de ave
de coragem atrevida
abrisse as asas e partisse, no tarde da noite
sem ninguém dar por mim?

E se as minhas penas lambessem os céus frios
num voo infinito, traçando o azimute da lua
E se eu rumasse ao branco silêncio das estrelas?

E se eu apontasse o meu bico de pássaro
para o vento norte
e com os olhos cheios de lágrimas
me embriagasse
de azul, de céu, de água, de sal?
E se eu fugisse?

E se eu não voltasse?

21 comentários:

Pedro Gaivota disse...

Eu vestiria luto e morreria em vida…

Lídia Borges disse...

Não éuma boa ideia...
A viagem tem de ser feita no azul do crescimento e no verde da coragem, não em tons de fuga.
Encontrar-te-iam...


Um abraço "apertadinho"

JOE ANT disse...

Sonhos imperfeitos!
Desses, por vezes tenho muitos.
Na maioria das vezes são manietados pelo próprio sentir. Não passam de um "se?".
Quão frágil é sentir-se que só se está bem onde não se está, que entre o voar e partir há um golpe de asa necessário, que, apesar a idade ainda esboçamos os primeiros vôos como cria ainda no ninho.
...
Talvez queira fugir, mas sem asas de cera. Não voaria longe. Meu chão é aqui. Meu céu seria vasto demais, para a minha falta de sentido de orientação.
Seria ave perdida, sem ninho, sem chão. E talvez sem grão e...
aí definharia.

Maria Campos disse...

Não minha linda tu própria dizes que as dificuldades ultrapassam-se !
Sigo-te com muita atençao, carinho e emoção, assim como reçebo tuas mensagens e reflicto nelas. Muitas vezes, levanto a cabeça com as palavras carinhosas e encorajadoras que trocamos.

Agora vens-me falar em fugir ?????????????

Não amiga, não podes fugir !
Não amiga, desistir nunca !
E os objectivos, os teus objectivos ? Sim, porque tu, menina, és de raça e não és de perder...

Prepara-te, fecha os olhos e voa como se fosses uma gaivota ! Varre os céus, os pôr-de-sol, os mares e os ventos!
Que bom , voaste ! Mas, agora, abre os olhinhos,"Hello " !
Pega numa caneta bonita, abre teu sorriso maravilhoso e, põe a tinta a correr!

Não te esqueças, aliás, NUNCA te esqueças, que o teu maior voo, o verdadeiro, é...... ENCANTAR-NOS COM AS PALAVRAS !!!!!!!!!!!!!!!!!

Abraço aconchegante,
Maria Camçpos

De Profundis disse...

OH Pedro... Eu não ia querer que fizesses isso...! Eu ia querer que fizesses justiça à semântica do teu nome, que abrisses as asas e revolvesses os céus à minha procura... Eu ia querer que não desistisses enquanto não me encontrasses. E que me trouxesses contigo.

Um beijo :)

De Profundis disse...

Lídia querida, quando fugimos para dentro de nós, acredita, ninguém nos encontra.

Um beijo e um abraço "apertadinho" :)

De Profundis disse...

Joe, eu entendo... Tantas vezes é a vastidão dos céus que nos aterroriza... Isso e o medo de não termos forças para voar tão longe.

Um beijo

De Profundis disse...

Maria, és uma amiga querida que me conhece bem. E aos amigos não se mente.

Um beijo e um abraço aconchegado no teu :)

Pedro Gaivota disse...

Maria, "mea culpa"!
Penitencio-me por tão frouxo pensamento...
Eu Dom Quixote(apesar do perfil de Sancho Pança)capaz de enfrentar os mais aterradores moinhos de vento, desistir??? Não sei onde estava com a cabeça. Nem pensar! Vou já comprar um GPS, enfrascar duas latas de Red Bull (o tal que dá-te asas)e voarei até ao fim do mundo para te trazer de volta.

Sei que me agradecerão.

Os teus leitores por lhes devolver o prazer das tuas palavras.
O Ministério das Finanças porque que espera avidamente pelo corte do teu vencimento...

Beijinhos do Pedro Gaivota (já a dar às asas em pleno aquecimento...)

De Profundis disse...

Pedro, assim está bem melhor :) Mais vale uma gaivota com aditivos e hiperactiva do que uma moribunda. Mas um erro fatal foi cometido: chamaste-me Maria. E como eu sei que tu sabes o meu nome, só posso sentir o meu orgulho feminino profundamente ferido. Estou desolada...

Um beijo :)

Pedro Gaivota disse...

Sabes bem que de Maria e de louco todos temos um pouco...

De qualquer modo ANA PAULA foi um lapso lamentável e sobretudo nada representativo da profunda estima e consideração que nutro por si (mesmo não a conhecendo pessoalmente.

Para que conste já preparei um cito para após este comentário iniciar o castigo...no entanto estava aqui a pensar que em vez de me auto-flagelar podia antes bater na minha sogra...é capaz de ser boa ideia...e ela até merece...

Carmo disse...

As aves voltam sempre todos os anos na primavera. Também acho que não é boa ideia ficar a vaguear por esses ceus fora...

Abraço

Boa seman

De Profundis disse...

Pedro, enterrem-se as mágoas e que a paz volte a reinar entre nós:)

Um beijo

De Profundis disse...

Carmo, obrigada pela visita neste dia tão invernoso, tão distante ainda da Primavera...

Boa semana, beijinho

Wolkengedanken disse...

Tardissimo, mas enfin..... votos de um excelente 2011 em todos os aspectos !!!

De Profundis disse...

Wolkengedanken, nunca é tarde para o carinho :)
Muito obrigada pelos votos e desejo-te também um 2011 cheio de coisas boas!

Beijinho

Maria Campos disse...

Derofundis e Pedro Gaivota, algum problema com as Marias ?......

UHmmmmm.... senti-me posta de lado... senti-me desvalorizada...

De Profundis disse...

Não devias, Maria... É só que esse não é o meu nome.

Beijo

Pedro Gaivota disse...

...
Para ti Maria ;)

De Bragança a Lisboa
São 9 Horas de distância
Hei-de ter um avião
Para lá ir mais amiúde
Dei cabo da tolerância
Queimei aí uns três Radares
Só para te ter mais perto
Só para tu me teres

E saio Agora
E vou correndo
E vou-me embora
E vou correndo
Já não demoro
E vou correndo p'ra ti Maria ....


Beijinhos do Pedro Gaivota

PS 1: Onde se lê "correndo" leia-se "voando"...

PS 2:Adora quando miúdas giras se irritam por minha causa...

PS 3: Não serão já PS´s a mais para os tempos que correm????

Maria Campos disse...

Perdoado Pedro Gaivota !

Uma prenda destas não se recebe todos os dias, nem é para quaquer um...

Vou amuar mais vezes, pois parece-me que saio lucrando...

Ah! Hoje fui ao cais ver o mar, as traineiras, e olhar para o céu. Vi-as e ouvi-as, as gaivotas. Voltei à vida regenerada.

Bjcs à Deprofundis e Pedro Gaivota,

Maria Campos

De Profundis disse...

Um beijo também para ti, Maria :)