domingo, 3 de outubro de 2010

Entre a sombra e o corpo


Diante do teu ventre
como não dizer "Sempre"
novamente

David Mourão-Ferreira, Entre a Sombra e o Corpo

2 comentários:

Anónimo disse...

"...Quem foi que à tua pele conferiu esse papel
de mais que tua pele ser pele da minha pele?..."

"..Nada garante que tu existas
Não acredito que tu existas
Só necessito que tu existas..."

De David Mourão-Ferreira, citado por Pedro Gaivota

De Profundis disse...

Pois é, Pedro... Não há nenhum como o David Mourão-Ferreira... Nenhum.