quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Do desânimo


Nada de desgosto nem de desânimo; se acabas de fracassar, recomeça.

Marco Aurélio

4 comentários:

Anónimo disse...

se acabas de fracassar,recomeça...
mas faz as coisas de uma maneira diferente.

LeChateau

Lídia Borges disse...

Às vezes, os muros são tão altos que o esforço parece inútil. Mas, quando acreditamos conseguimos, para nossa surpresa.

Beijinhos

De Profundis disse...

LC, para isso nos servem as derrotas... Para aprendermos a evitar os passos errados.

Um beijo

De Profundis disse...

Lídia, gosto de te ouvir falar assim :)

Um beijo e um óptimo fds!