sábado, 14 de novembro de 2009

Um dia de cada vez


Os homens perdem a saúde para juntar dinheiro e depois perdem o dinheiro para a recuperar. Por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem o presente, de tal forma que acabam por nem viver no presente nem no futuro. Vivem como se nunca fossem morrer e morrem como se não tivessem vivido.

Confúcio

4 comentários:

Lídia Borges disse...

O Homem deixa-se seduzir facilmente por tudo aquilo que brilha, esquecendo-se que "nem tudo o que brilha é ouro".

Beijinho para ti!

Chris disse...

O Mestre Confúcio é esquecido nos nossos dias, mas não nas nossas noites...
Um abraço
Chris

De Profundis disse...

Lídia, é como dizia o Saint-Exupéry: "Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos".
Um beijinho e bom domingo
:)

De Profundis disse...

Chris, estás tão certa...!
Obrigada pela visita e pela palavras, volta sempre.
Beijinho :)