segunda-feira, 21 de março de 2011

Tão simples, amar uma árvore...


Tão simples, amar uma árvore.
Tão simples, a sua calma sabedoria milenar, crescendo lentamente, apontando aos homens o azul caminho dos céus, a estrada de luz onde exaustos e cabisbaixos não perdemos tempo a demorar o olhar... Uma árvore é um poema feito de seiva, com as raízes enterradas no coração da terra e os braços tentando alcançar o sol...
Tão simples, amar uma árvore... Aprender com o seu silêncio, com a beleza da sua paz, a receber com a mesma tranquilidade o calor e a chuva, o vento e as tempestades... Uma árvore é um poema verde... e consegue ainda explodir em flores, rebentar em frutos e desmaiar em sombra fresca, aceitando apenas aquilo que surge ao seu encontro...
Tão simples, amar uma árvore, casa das aves e dos bichos, perfume único e irrepetível à desfilada no vento que faz oscilar os seus ramos na dança mais vadia de todos os entardeceres...
E no entanto, nós matamos as árvores. Cortamos-lhes os ramos e dilaceramos-lhes o tronco em busca de madeira para queimar, em busca de papel onde possamos registar o nosso vazio... Arrancamos-lhes as raízes. Reduzimos a pó a poesia que a terra escreve diante do céu.
Uma árvore respira-se e ama-se como se fosse um poema...
Tão simples, amar uma árvore.

6 comentários:

Maria Campos disse...

Simplesmente:

MAGNÍFICO !

Estou extasiada com a beleza das tuas palavras !

PARABÉNS !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

ORPHEU disse...

Um texto soberbo, doce Anna...

De Profundis disse...

Obrigada, Maria :)

Beijinhos

De Profundis disse...

Obrigada, ORPHEU.

Beijinho

Maria disse...

Tudo o que tenho à mão é o meu bonsai... sei que o tamanho não importa, mas precisava de mais...Mais que não fosse "um pinheiro" que me fizesse "trepar" e queimar esta energia que me consome...
Hoje estou em brasa...ainda bem que não sou árvore...coitada da floresta...

De Profundis disse...

Maria, eu adoro bonsais... Nunca tive um... mas é um desejo antigo e um dia qualquer compro uma dessas impressionantes árvores que receio muito não sabe cuidar... Um bonsai é frágil e delicado, precisa de sabedoria e de atenção... Realmente, ele é a prova de que o tamanho não é importante.

Um beijo, volta sempre :)