domingo, 20 de março de 2011

Ofereço-te a Primavera


Ofereço-te aves de asas abertas
e um cheiro a madressilva orvalhada

Ofereço-te todas as cores
de um arco-íris pintado
no mesmo céu que ambos vemos

Ofereço-te a música e a espuma
das ondas do meu mar salgado
numa sonata tocada a duas mãos
Ofereço-te o meu sorriso...
Abre de par em par
as portas do teu coração

Porque já é Primavera...
... Sabias?

(Não respondas...)

6 comentários:

Oficial e Cavalheiro disse...

Neste momento estou a assobiar para o ar... Vou resistir à tentação de responder...

sentidos de coimbra disse...

Paulinha, recebo de mãos estendidas e abertas e guardo no coração, tudo sem te responder. Apenas o silencio responde. Reparas-te?

De Profundis disse...

Obrigada pelo esforço, Oficial. Afinal de contas, um Cavalheiro não desagrada voluntariamente a uma dama e um Oficial está habituado ao estoicismo...

Beijo

De Profundis disse...

Reparei sim, Cris :)
Feliz Primavera para ti, querida.

Beijinhos

Lídia Borges disse...

Uma oferta preciosa. Palavras cheias de ti.
Gostei muito, Paulinha!...

Um beijo de sol

De Profundis disse...

Obrigada, Lídia!

Beijoooossss... Muitos!