domingo, 6 de março de 2011

Da Chama e da Luz


Nos olhos dos jovens arde a chama. Nos olhos dos velhos brilha a luz.

Albert Camus

5 comentários:

Maria Campos disse...

Às vezes, tenho saudade da chama.
Mas, sem dúvida alguma, prefiro a luz que agora me ilumina !

Muitos sóis brilhantes para ti, para mim, paras os nossos !

Maria Campos

Lídia Borges disse...

Camus... Tens gostos refinados.

Obrigada pelo teu carinho. É uma carícia na minha alma que, às vezes, anda um pouco à deriva.

"Solta-se em perfume o que amamos
Mas o ar dói
E o tempo cai fragorosamente"

Luis Carlos Patraquim

Beijo

De Profundis disse...

Maria, a chama existe ainda em ti, não a perdeste. E sabes, agora ela está mais forte e enche-te dessa luz que te ilumina os olhos.

Beijo enorme :)

De Profundis disse...

Lídia, ler Camus faz doer o peito, incomoda... talvez por isso eu o adore e a ele volte de quando em vez. E o Luís Carlos Patraquim, bem, isso é outra história... :)

Beijo cheio de saudades

JOE ANT disse...

A chama que me ardia nos olhos quando jovem queimou-me muitos sonhos, muitos espaços, muitos regaços.
E ofuscou meus olhos, criou neblina, quase cataratas, que não me deixam ver a luz de forma límpida.
Perdeu-se o brilho, deixou saudade de muitas visões.