quarta-feira, 28 de julho de 2010

Sinais


(...)
e eu quero o cruzeiro do sul nas tuas mãos
quero o teu nome escrito nas marés
nesta cidade onde no sítio mais absurdo
num sentido proibido ou num semáforo
todos os poentes me dizem quem tu és.
(...)

Manuel Alegre, Coração polar (Texto com supressões)

2 comentários:

O Alquimista disse...

Assim se fazem as viagens da vida... porque navegar é preciso... não importa os pontos cardiais... rumo ao horizonte dourado da felicidade...
Um beijo...

De Profundis disse...

Um beijo, Alquimista.
E boas navegações...:)