sábado, 24 de julho de 2010

...


Amei-te com as palavras
com o verde ramo das palavras
e a pomba assustada do coração.

Amei-te com os olhos
o espelho doido dos olhos
e a sede inextinguível da boca.

Amei-te com a pele
as pernas e os pés
e todos os gritos que trago
por debaixo da roupa.

Amei-te com as mãos
as mesmas com que te digo adeus.

Rosa Lobato de Faria, Poemas Escolhidos e Dispersos

8 comentários:

Lídia Borges disse...

Bem escolhido... Não disperso!

A "Rosinha" é tão real, tão verdadeira tão "menina"...

Adorei!

Também gosto de ti!

BEIJO

Anónimo disse...

Depois de 30 anos reencontrar-te neste blog é como encontrar uma fonte no deserto.
O que escreves é de uma beleza invulgar.
Tive o previlegio da tua amizade durante alguns meses mas deu para perceber que eras especial. 30 anos depois eis a confirmação.Se não incomodar vou continuar a ler e a admirar a facilidade com que utilizas as palavras para exprimir emoções.

De Profundis disse...

A Rosinha era única... não me canso de a ler. E não sei se gosto mais da sensualidade da poesia, ou da doçura da prosa... Quando crescer, quero saber escrever assim.

Beijos, Lídia. Saudades, muitas :))

De Profundis disse...

Caro Anónimo:
Procurei no fundo da memória... fui o mais longe que 30 anos me permitiam... e não sei onde te reencontrar.Obrigada por me teres considerado "especial" num momento qualquer das nossas vidas, e pelos elogios das tuas palavras.A porta está aberta... entra sempre que queiras e sente-te bem.

Um beijo

Sonhadora disse...

Um poema maravilhoso Da Rosinha, que continuará nos nossos corações.

Beijinhos
Sonhadora

De Profundis disse...

Sem dúvida, Sonhadora.

Um beijinho :)

Anónimo disse...

Provavelmente Outubro de 1980.
Numa mesa de um café ao lado da casa da tua avó estás tu, a Nanda e salvo erro a Gina.Um rapaz fardado aproxima-se e pede autorização para se sentar e fazer compoanhia.....

De Profundis disse...

Caro "Anónimo" :)

Era mesmo a Gina. E o café chamava-se "Le Chateau", quase colado com a porta da casa da minha avó... Frequentado por grupos de militares ruidosos e meninas que frequentavam o liceu... Éramos jovens e a vida apetecia...
Que saudades!!!!!!!! Espero que a vida tenha sido boa para ti e estou muito feliz por te ter reencontrado :)
Volta sempre,

Um beijo