quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Em Setembro


Fecham-se devagarinho as portas deste Setembro que se despede agora. Foi um mês quente, doce, rico em emoções que nem sempre soube gerir. Um mês de recomeço e de datas inesquecíveis, de praias desertas, da cidade vazia que volta a pertencer-nos e do regresso ao trabalho... Um mês que gostei de saborear. E este último dia do mês, mudou todos os que se lhe seguem, como uma janela aberta refrescando os aposentos do meu peito de alento e coragem... De olhos postos no horizonte, tenho o coração cheio de esperança e brinca na minha boca um sorriso tímido, no momento em que abro de par em par as janelas de novos dias...

4 comentários:

Anónimo disse...

Según me parece el amor te ha pegado. Estas enamorada no?
Deseo mucha suerte.
Juan

De Profundis disse...

Olá Juan:)
Durante o mês de Setembro eu esperei. Esperei todos os dias que me acontecesse uma coisa que eu queria muito mas não sabia se conseguiria.Ontem a notícia chegou e eu fiquei com um sorriso que dura até agora.
Obrigada por me teres desejado sorte, vou precisar de muita... Entre outras coisas.
Volta sempre.

Jorge Humberto disse...

Lindo o texto.
Melhor o parágrafo sobre o último dia do mês de Setembro.
Deliciosa a leitura que o Juan fez do teu estado de alma.
Era bom que ele não estivesse enganado pois, é maravilhoso estar apaixonado, não é?
Faço minhas as suas palavras:
"Deseo mucha suerte".

De Profundis disse...

Obrigada Jorge.
Vai correr tudo bem. Eu sinto que sim.
Beijinho