terça-feira, 26 de julho de 2011

Sempre tu

e tu
sempre tu
num prodígio de luz

a enlouquecer-me
as sombras

gil t. sousa, poesia

2 comentários:

Pedro Gaivota disse...

Também eu tive um "TU" na minha vida que me enlouquecia...

Lembro-me como se fosse ontem:

Maldita TU.. Ana Maria
TU só TU, Ana Maria
Sim.. Ana Maria
TU simplesmente desprezaste tanto amor que eu te dei...

Como vês, o TU que TU referes, tem muito a ver com o TU que TU leste no meu comentário...

;)

De Profundis disse...

TU... Pedro Gaivota!
:)

Beijo