domingo, 18 de janeiro de 2009

Da Amizade


Encostada à saudade, tento contar os dias da tua ausência em mim... E não me chegam os dedos das mãos... Ofereço-te as minhas palavras neste crescer da noite fria para enganar a distância, na esperança do abraço que hoje não demos. Sei que me lerás. Porque um amigo tece laços que nos envolvem mesmo quando estão ausentes... mesmo se a sua voz é longínqua, ela ecoa segura nos dias longos e vazios. O coração de um amigo ouve palavras improváveis, adivinha sílabas que ficaram por dizer, lê claro nas entrelinhas das frases inacabadas... e compreende. O coração de um amigo sabe muito sobre nós... sobretudo as coisas que nunca dissemos, as confissões nunca feitas. É impossível mentir a um amigo. Ele conhece-nos bem e respeita-nos os silêncios e a voz. Um amigo partilha um café mas não nos invade o peito. Fica apenas ali, à porta, à espera que sejamos capazes de sair de dentro de nós para nos receber com um sorriso que ilumina os instantes. Um amigo nunca nos esquece, sabe que objectos coleccionamos, a nossa cor preferida, as músicas que nos tocam, os livros que nos marcaram e os filmes que gostamos de ver. Um amigo é um ser raro que nos abre sempre as portas de casa e nos convida a entrar mesmo se chegamos sem avisar. Um amigo pergunta-nos como estamos e fica à espera da resposta... Um amigo nunca diz Eu bem te avisei!, ele só nos estreita nos braços e chora connosco... Um amigo é um muro forte e alto que nos protege do vento e da chuva e ao qual nos encostamos a desfrutar da sombra fresca quando estamos cansados da viagem. Um amigo perdoa-nos os erros, as falhas, as imperfeições, e estende-nos a mão de todas as vezes que tropeçamos nas pedras do caminho, sempre que nos enganámos no rumo a seguir... Um amigo recorda-nos sempre que viaja, traz-nos pequenos tesouros dos sítios por onde andou connosco no pensamento... e escolhe com amor os nossos presentes de Natal e de aniversário. Um amigo, um verdadeiro amigo, partilha a vida e o coração connosco, dá-se por inteiro sem exigir nada em troca...
Por tudo isto, queria que soubesses que apesar de termos andado distantes, hoje te evoquei com saudade e ternura, te abracei com carinho... e me senti profundamente feliz por ter a tua amizade.

4 comentários:

Maria Campos disse...

Esta tua amiga tem muita sorte ao receber palavras tão carinhosas !

Um abraço apertado, daqueles que nos faz sentir profundamente felizes, M.C.

De Profundis disse...

Abraço-te também com carinho, M.C.
:)

Usuale disse...

"O verdadeiro amigo é aquele que entra quando todo mundo sai."

Autor: (Desconhecido)
Fonte:
http://www.frasesnaweb.com.br/amizade/

De Profundis disse...

Usuale, obrigada pela frase (é muito bonita e verdadeira!) e pela visita.
:)