domingo, 6 de julho de 2008

Ó Stora...

Ó Stora, qual é o seu poema preferido?
( ... )
Aqui ficam as palavras imortais da Florbela Espanca na voz maravilhosa do Luís Represas... SER POETA, porque há poemas simplesmente magníficos!

6 comentários:

Anónimo disse...

Óptima escolha!
Aqui só para nós, eu não sei o que havia de responder aos putos.

Um beijinho :)

F.Semedo disse...

É magnífico, sim senhora!
Um abraço

Anónimo disse...

O poema é muito bonito.
E as tuas palavras que nascem não sei onde, vêm não sei como e doem não sei porquê, onde estão?

Um beijo

Henrique disse...

Só tenho uma palavra para classificar o teu blog:soberbo!
A prosa é açucarada,a poesia tem um perfume volátil mas perene nos sentidos.Gostei muito e já te adicionei aos favoritos.Tu tens muito valor Princesa, e és estranhamente modesta...
Beijinho ***

(Eu teria respondido Fernando Pessoa - O poeta é um fingidor -
A tua Florbela é um bocadinho amargurada, eu prefiro uma poesia mais luminosa.)

Luana disse...

Adoro este poema!
É lindo, muito Carpe Diem...

Maria Campos disse...

Liiiiiiiindo! Letra e música!
Mas já agora, aproveito para corroborar a pergunta do anónimo.Menina, os testes acabaram e os exames também. Que tal brindares os teus leitores com umas palavrinhas tuas bem gostosas?

Bjca, M.C.