segunda-feira, 21 de outubro de 2013

6 anos :)


Hoje o De Profundis faz seis anos.
Os que me conhecem acham que ele é o meu rosto... Eu sei que ele é o espelho onde me fito na eterna tentativa de me compreender, uma espécie de escadaria que desço até aos confins do que não entendo... 
Seis anos depois, o meu blogue está mais vivo do que nunca, mas mantém-se um humilde espaço de despojamento e entrega. Por isso, aos visitantes que partilham comentários, aos que entram e saem silenciosamente, aos que gastam tempo para me ler, aos que me têm entre os favoritos, o meu muito obrigada! Não tenho muito para oferecer, talvez só a cor mágica de seis velas e a luz do meu mais sincero sorriso. 
Aceitem brindar comigo e sejam muito bem vindos ao ano 7.


36 comentários:

ORPHEU disse...

Agradeço eu, por tudo o que este espaço me faz sentir.
Muitos parabéns, De Profundis. Muitos parabéns, doce Anna.

Eros disse...

Parabéns Anna!
Um brinde, um sorriso... e um beijo.
:)

Lídia Borges disse...


Parabéns, pois claro!

Sete, número mágico! Assim só se pode esperar mais luz, mais cor, mais degraus para descer e subir.

Beijo meu

Mar Arável disse...

Venham mais cinco

Bjs

Anónimo disse...

Parabéns De Profundis.
Sou do grupo dos que entram e saem silenciosamente...
LC

Maria João disse...


E aqui estou, para brindar contigo. Que sejam mais sete, ou setenta vezes sete. Que sejam todos os que achares por bem partilhar o que é belo; privilégio que dás a quem te lê.

Parabéns!
Um beijo, Paula

Anónimo disse...

Eis um aniversário que assinala um facto feliz!!!
É que há 866 anos um "rapazito" de graça "Martim Moniz" morreu entalado acrificando a sua vida, ao bloquear com o seu próprio corpo uma porta das muralhas para dar entrada ao exército da Cruzada, ajudando desta forma a tomada de Lisboa. SEriamos tão mais felizes se este facto não tivesse acontecido e a frnteira sul de Portugal coincidisse com o Mondego...

Maria Campos disse...

Parabéns ao blog que é o teu rosto, o teu corpo, o teu conforto e o nosso deleite!
Cá estarei sempre, umas vezes mais, outras menos, mas sempre na condição de fã incondicional!

Tchim tchim!

Maria Campos disse...

Saudei-te com os meus parabéns amiga, mas parece que o comentário foi em anonimato...
Fui eu, a Maria Campos, e tu vais de certezinha saber que fui eu, a miguinha de vida <3!

Mario disse...

Parabéns Anna De Profundis. Gosto muito de si.

Anónimo disse...

Parabéns!
Seis anos com escritos que me roubam os adjetivos.

Anónimo disse...

Boa, stora! Parabéns pelo exemplo que nos dá todos os dias. Nós vamos melhorar, prometemos.

Dois escovas (ahahahahah)

Anónimo disse...

PARABÉNS POR TUDO O QUE NOS FAZ BEM...CONTINUE...BJ.

Anónimo disse...

Parabéns colorido pra você! E esse bolo humm.

AC disse...

Nestas coisas chego sempre atrasado, Anna. Perdoe-me.
Sou dos que entra silenciosamente, e em silêncio saem. Com um comentário ou outro de quando me vez. Mas que saio sempre reconfortado, lá isso saio. E isso não tem preço. Obrigado.
Parabéns por estes seis anos, mas, acima de tudo, parabéns pela sua humildade mesclada de sensibilidade.

Beijo :)

@n@ disse...

Ainda vou a tempo? De @n@ para Anna, muitos parabéns!!! Muitos anos de vida para este blogue onde já tive tantas vezes os olhos cheios de lagrimas. Lindo, lindo, lindo. humano e sensivel.

beijinhos

Anna disse...

Muito obrigada ORPHEU! Pelo carinho, pela companhia e pela fidelidade :)

Um beijo

Anna disse...

Obrigada, Eros :)

Tchim-tchim, sorriso e beijo retribuídos :)

Anna disse...

Lídia querida,

OBRIGADA pelas tuas palavras-poema :)

Morro de saudades tuas! Queres almoçar comigo? Polvo grelhado outra vez??

Beijo e abraço apertadinho :)

Anna disse...

Venham sim, Eufrázio. Obrigada pelo carinho, bom fim de semana :)

Beijo

Anna disse...

Obrigada, LC.
Em silêncio ou com palavras, volta sempre.

Um beijo

Anna disse...

Maria João,

Tinha tantas saudades de te ouvir...! Olha, vou pegar no telefone e ligar-te. Não quero permitir que a vida nos afaste e te ausente durante tanto tempo.
Bom fim de semana!

Um beijo, saudades mil!

Anna disse...

Anónimo das 21.56,

Lamento a morte de Martim Moniz mas sabe, eu gosto das fronteiras de Portugal tal como são...!

Beijinho :)

Anna disse...

Maria querida,

Tchim-tchim! Brindo ao teu carinho, à tua amizade, a tantos anos de estrada juntas...!

Obrigada pelas tuas palavras cheias de ternura, és uma boa amiga, de coração puro.

Beijos, muitos!

Anna disse...

Maria, (ainda)
Mesmo que não tivesses assinado, eu teria reconhecido os teus passos. Tu sabes!!!

Anna disse...

Mário,

Obrigada :)
Penso que está a confundir o criador com a criatura... É do meu espaço que gosta, não de mim. Obrigada, mesmo assim!

Um beijinho, bom fim de semana :)

Anna disse...

Anónimo das 22.55,

Obrigada pela poesia das suas palavras... Se sou culpada, é uma doce culpa :)

Anna disse...

Meus queridos escovas,

Obrigada!!! Eu sei que vocês vão melhorar... E vou cobrar essa promessa!!

Beijinhos :)

Anna disse...

Anónimo das 22.58,

Obrigada!! Continuarei sim, eu estou sempre aqui.

Beijinho :)

Anna disse...

Anónimo das 12.36,

Obrigada!! O bolo é vosso, o brinde é nosso!

Beijinho

Anna disse...

AC,

Não tem que pedir perdão... Agradeço muito a gentileza das suas palavras... E as visitas. E o quebrar do silêncio, mesmo que de vez em quando.

Beijo :)

Anna disse...

@n@,

Claro que ainda vem a tempo...!
Obrigada pela visita, pelo carinho, pela partilha de emoções.

Um beijo, bom fim de semana :)

Anónimo disse...

Cheguei a pensar que era a poesia das minhas palavras que me denunciavam, afinal é simplesmente os "smiles" com que me despeço...

Estas minhas manias das grandezas...

;)

Anna disse...

Os smiles não... as piscadelas de olho!

:) Um beijo

deep disse...

Parabéns. :)

Anna disse...

Obrigada, Deep :)

Um beijo