domingo, 29 de janeiro de 2012

Da vertigem do corpo

As tuas mãos nas minhas.
O incrível miraculoso de eu dizer o teu rosto.
O ardor de um meu dedo na tua pele. Na tua boca.
O terrível dos meus dedos nos teus cabelos.
O prazer horrível até à morte da minha entrada no teu corpo.

Vergílio Ferreira

5 comentários:

Anónimo disse...

Mas o rapaz da foto podia cortar as unhas. É que face à delicadeza do corpo da mulher...

;)

ORPHEU disse...

AH...! Vergílio Ferreira... :)
Belíssimo! Sempre.

Anna disse...

Vergílio Ferreira... :)
Sempre!

Um beijo

Maria João disse...

É-me difícil comentar o que é tão belo!

O amor e o erotismo,a enlaçar as palavras de Vergílio Ferreira. O enaltecer da mulher,como só ele sabia, assim...

Um beijinho, Paulinha

Anna disse...

Só ele, e o meu David Mourão-Ferreira!

Beijos, muitos :)