sexta-feira, 4 de junho de 2010

Teimosia


No fundo da minha memória há um baloiço pendurado no sotão da casa velhinha da minha avó. Foi nele que aprendi a voar. O meu sonho era chegar com os pés às velhas traves de madeira carcomida que seguravam o telhado antigo, mas o meu corpo pequenino precisava de crescer... Eu não percebia isso e todos os dias a minha meta era tocar o tecto do sotão, ficar tão próximo das clarabóias por onde espreitavam as estrelas, tão próximo, que fosse possível tocar-lhes... Mas um dia, no velho baloiço percebi que não adianta desejarmos desesperadamente uma coisa, é preciso crescermos, é preciso sabermos esperar... Aprendi que por vezes a nossa força, a nossa vontade, não chegam para chegarmos às estrelas... Que precisamos de tempo. Nunca desisti. Nem quando a minha avó morreu e a casa ficou vazia, nem assim desisti. E sempre que passo à porta das ruínas, do abandono, do cheiro da casa da minha avó, vem-me à memória o velho baloiço de grossas cordas cheias de nós, que nunca me levou a tocar as estrelas... Vem-me à memória o sabor delicioso do vento que me despenteava os caracóis, me levantava os vestidos de folhos, a bofetada de liberdade que sentia no rosto quando voava no baloiço, mais alto, cada vez mais alto... até aterrar de um salto, os pés firmemente cravados no chão. Ouço ainda o velho ranger da tábua de madeira onde me sentava, a música cadenciada que me acompanhava os voos e as gargalhadas de pura alegria...
Hoje o meu baloiço é outro... mas o desafio é o mesmo, o sonho não mudou. Hoje o meu corpo cresceu tudo o que podia... mas nunca hei-de desistir. Conservo a alegria insana da infância e a dose de loucura, a persistência de quem teima no voo... E um dia destes, tenho a certeza, eu vou conseguir tocar e agarrar todas as estrelas do meu céu. Só tenho que esperar.

2 comentários:

Sonhadora disse...

Meu amigo
Que esse sonho se torne realidade.
As memórias de infancia perduram em nós, sempre.

Beijinhos
Sonhadora

De Profundis disse...

Vou lutar por ele, Sonhadora. E talvez o agarre... :))

Beijinhos