terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Palavras roubadas


Os homens deviam ser o que parecem ou pelo menos, não parecerem o que não são.

Shakespeare

12 comentários:

Lídia Borges disse...

Sábias palavras! Por isso as "roubaste".
Falam do Natal na expressividade plena de um "ser autêntico".

Beijo meu

Bom Natal

Anónimo disse...

Sei que pareço um ladrão,
mas há outros que eu conheço,
que sem parecer o que são,
são aquilo que eu pareço.

De António Aleixo

PS: No capitulo do fingimento os homens ainda são aprendizes de feiticeiros quando comparados comas mulheres...

Rosa Carioca disse...

Deviam...

Anónimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=K1BhmwNCN7Y

:(

ORPHEU disse...

A qualidade de sempre nas escolhas feitas com sensibilidade. Este blogue é paragem obrigatória para respirar.

Feliz Natal De Profundis. Um Ano Novo com muita inspiração literária e muitas Inquietudes.

ORPHEU

Pedro Gaivota disse...

Feliz Natal.

Anna disse...

Sábias palavras sim, Lídia.
Desejo-te um Feliz Natal e abraço-te :)

Beijo e saudades!

Anna disse...

Caro Anónimo 1

Obrigada pelas palavras de António Aleixo.
Desejo-lhe um Feliz Natal!

Anna disse...

Deviam, Rosa. Obrigada pela visita, um Feliz Natal para si :)

Beijinho

Anna disse...

Caro Anónimo 2

Vou seguir o link... Obrigada pela visita :)
Feliz Natal!

Anna disse...

ORPHEU
Muito obrigada!
Um Feliz Natal para ti e obrigada pelo presente :)

Beijo

Anna disse...

Pedro Gaivota

Feliz Natal para ti e bons voos em 2012!

Beijo