quinta-feira, 30 de maio de 2013

Lá atrás


Deseja-se muitas vezes a repetição das coisas; deseja-se reviver um momento fugaz, voltar a um gesto falhado ou a uma palavra não pronunciada; esforçamo-nos por recuperar os sons que ficaram na garganta, a carícia que não ousámos fazer, o aperto no peito para sempre desaparecido.

Mathias Énard, in Fala-lhes de Batalhas, de Reis e de Elefantes

3 comentários:

Anónimo disse...

Sim.
Mas ficou lá atrás.
Perdeu-se no passado.

Maria João disse...


Sim, é verdade!
Mas a oportunidade ficou lá atrás, e é agora inalcansável.
O que importa mesmo, é se hoje não deixamos pendurada no tempo a oportunidade de ver, dizer e fazer o que a vida nos coloca à janela.

Um beijinho enorme, minha querida!

Anna disse...

Claro que sim, Maria João :)
A vida é para a frente! Sempre para a frente!!!

Beijo e saudade enorme :)