sábado, 15 de outubro de 2011

Como Água

Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, se eu não tiver amor, sou como um bronze que soa, ou como um címbalo que tine. E ainda que eu tivesse o dom da profecia e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e tivesse toda a fé, se não tivesse amor não seria nada. E, ainda que distribuisse todos os meus bens para sustento dos pobres, e entregasse o meu corpo para ser queimado, se não tivesse amor, nada me aproveitaria.

Carta de S. Paulo aos Coríntios

5 comentários:

Maria Campos disse...

E porque há tantos homens que não entendem o que é tão óbvio ?

Um beijo de amizade !

Kleine disse...

Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor. 1 Coríntios 13:13

De Profundis disse...

Tantos mesmo, Maria...

Beijo

De Profundis disse...

Sim, Kleine. O maior é o amor.

Um beijo

Anónimo disse...

No campeonato brasileiro e futebol também há disso:

S. Paulo - 1 vs Corintians - 0